GARANTIMOS MAIS QUE LOGÍSTICA

Head Office +55 11 5908 4050

Blog MAC Logistic

Complexo Portuário de Itajaí movimentou nos doze meses mais de 1 milhão contêineres

11-01-2018

O Complexo Portuário de Itajaí encerrou o ano de 2017, com base no último mês, em dezembro, com um moderado avanço na movimentação geral de cargas e escalas atracadas. Índices positivos relacionados à Balança Comercial foram destaque e como previsto pela Assessoria de Direção da Superintendência, seu desempenho foi significativo, mesmo enfrentando um ano de crise econômica brasileira.

De acordo com o relatório final de estatísticas, em dezembro foram registrados 85 escalas de navios atracados, sendo 21 escalas na APM Terminals. No acumulado do ano, 959 navios atracaram no Complexo Portuário de Itajaí.

No item de movimentação de cargas, em dezembro foram movimentadas 1.027.928 toneladas e em específico, na margem direita do rio, na APM Terminals, foram movimentadas 205.435 toneladas. No acumulado do ano, nos doze meses de 2017, foram movimentadas em todo o complexo 12.436.380 milhões toneladas, originando-se num crescimento de 3% em relação ao mesmo período de doze meses do ano de 2016, quando na época resultaram na movimentação de 12.049.551 toneladas.

Quanto ao número de contêineres movimentados, no segmento de cargas contêinerizadas, dezembro registrou no total do complexo 90.435 TEU’s (Twenty Foot Equivalent Unit – unidade internacional equivalente a um contêiner de 20 pés de comprimento), sendo na APM Terminals 19.070 contêineres. No acumulado do ano, em 2017 foram movimentados 1.119.271 milhão contêineres em todo o complexo portuário, apresentando um crescimento de 2% em relação a 2016.

De acordo com o Assessor de Direção da Superintendência, Héder Cassiano Moritz, os números de dezembro demonstraram sua característica de final de semestre e no fechamento de 2017, o Porto de Itajaí ficou dentro de sua expectativa, “Dezembro apresentou uma leve recuperação em relação aos outros meses do segundo semestre. Já em 2017, na sua totalidade, podemos dizer que ficou dentro de nossa expectativa, embora aguardávamos um crescimento maior, mas mesmo assim em função da própria economia, entendemos que os números foram importantes.  Na margem direita por exemplo (APM Terminals), o crescimento foi mais acentuado em função da recuperação dos serviços de algumas linhas de armadores”, destacou Héder.

Para o Superintendente do Porto de Itajaí, Engº Marcelo Werner Salles, o ano de 2017 apresentou inúmeras adversidades, embora o desempenho do complexo portuário tenha se mantido na competição da atividade portuária, “Tivemos fatos que nunca haviam ocorrido antes como enxurradas extemporâneas fora de época, sofremos ciberataques de Hackers que invadiram o sistema afetando nossas operações, houve troca de sistema de softwares em terminais (TUPs) vizinhos, enfrentamos greves de caminhoneiros, a própria economia do país afetaram a atividade portuária, entre outras dificuldades, mas mesmo assim superamos estas adversidades e conseguimos fechar 2017 com 3% no crescimento de tonelagem e 4% em movimentação de cargas conteinêrizadas. De certa forma, esses números são positivos para Itajaí e acima de tudo importante para o Estado de Santa Catarina, pois mais de 80% da carga que sai é pelo nosso complexo, sendo assim não só geramos empregos na nossa cidade e região, mas também geramos empregos em todas as regiões do Estado. Acho que isso deixa todos nós com aquele sentimento de dever cumprido e com a obrigação de fazer melhor agora neste ano de 2018”, analisa Salles.

No Terminal PORTONAVE (Navegantes), 61 escalas foram registradas no mês de dezembro e sua movimentação total de cargas foi de 811.284 toneladas com 71.365 TEU’s movimentados, representando um crescimento de 1% em relação ao mesmo período do ano passado quanto à movimentação total de cargas. Foram contabilizados 669 navios atracados no acumulado dos doze meses no terminal de Navegantes.

Os demais terminais privativos registraram as seguintes movimentações de navios e cargas no mês de dezembro: BRASKARNE (2 escalas) com 7.209 toneladas - TEPORTI (0 escalas), sem movimentação de cargas. O destaque ficou com a POLY TERMINAIS (1 escala) com movimentação de 4.0000 toneladas em dezembro e elevou a sua  movimentação acumulada do ano para 39.271 toneladas com aumento de 219%, tendo como base na movimentação de cargas em relação ao mesmo período de dezembro do ano passado.

Na totalização da movimentação da Balança Comercial, o acumulado do ano de 2017 (12 meses) destacou o Complexo Portuário de Itajaí com uma excelente recuperação nas exportações e importações com US$ 13.212.627.000 bilhões, sendo US$ 6.883.800,000 bilhões em exportações e US$ 6.328.827,000 bilhões em importações tendo um saldo para o complexo de US$ 554.973.000 milhões. Já na corrente de Comércio Exterior, o Porto de Itajaí teve sua participação no Estado de Santa Catarina em 62,63% e no Brasil ocupou uma fatia de 3,59% também referente ao ano de 2017.

No sentido de cargas em “toneladas”, os números de Operações de Exportação e Importações mantiveram-se iguais (Exportação: 62% 2016 e 2017:62%) – (Importação: 38% 2016 e 2017: 38%). “Esses números demonstram uma participação significativa que demonstram exatamente que a movimentação efetuada no complexo portuário apresenta um valor agregado expressivo”, acrescentou Héder Cassiano Moritz.

Num comparativo entre 2016 e 2017, os principais produtos exportados no acumulado do ano que tiveram crescimento foram: Frango (11,95%), Alimentos em geral (33,7%), Maçã (129,2%), Plásticos e Borrachas (31,8%) e Têxteis diversos (19,1%). Nas mercadorias importadas o destaque do acumulado do ano foi: Peixes (8,2%), Alimentos em geral (18,6%), Produtos Químicos (20,6%), Papel e derivados (29,2%), Têxteis diversos (28,3%0) e Mecânicos e Eletrônicos (18%).

Para 2018, a diretoria da Superintendência do Porto de Itajaí vê com otimismo o aumento dos números do complexo. Com o berço 3 do porto público concluído e pronto para receber escalas de navios com suas devidas movimentações, aguardam se ainda a conclusão das obras do berço 4 e a finalização das obras da primeira etapa da nova Bacia de Evolução, obras estas a serem entregues ainda dentro do primeiro semestre deste ano. Motivos não faltam para acreditar e dar sequência a retomada da atividade portuária de Itajaí, “As perspectivas são as melhores. Considerando que ainda não estamos atendendo navios com 335 metros e que já operam na costa brasileira, ou seja, que operam no segmento de cargas conteinerizadas em outros complexos como São Francisco do Sul, Imbituba, Paranaguá, entre outros portos e que ainda não vieram para o Porto de Itajaí, assim que virem certamente contribuirão para o aumento do crescimento das cargas de contêineres. Teremos ainda num futuro não tão distante a possibilidade de receber e operar navios de 335 e 365 metros” destaca Héder.

“2017 foi um ano de recessão e mesmo assim conseguimos crescer. Especificamente na área do porto público creio que foi extremamente importante. Com o berço 3 concluído e em fase de concluir as obras do berço 4, nosso objetivo agora é voltar a ter as instalações 100% aptas para atracações de navios na margem direita do rio. Estamos fazendo um grande trabalho junto à ANTAQ (Agência Nacional de Transportes Aquaviários), para que ela nos auxilie em nível tarifário e assim termos uma condição de equilíbrio da nossa situação financeira e com isso implementar novas melhorias no porto que se fazem necessário. Afirmo que foi um ano de muitos desafios e que mais uma vez conclamamos a comunidade portuária a efetivamente nos ajudar porquê ninguém faz nada sozinho. Acredito que se somarmos nossas forças e nos unirmos, cada vez mais conseguiremos vencer todas as adversidades que ainda teremos e os  novos desafios que estão por vir”, conclui Salles.

No mês de dezembro foram registrados 42 horas de impraticabilidade da barra em função de ocorrência de ondas e ventos acima dos limites operacionais. O cancelamento de 5 escalas de navios foi decidido por conveniência do armador.

Fonte: Ascom Porto de Itajaí

Artigos Relacionados: Overbooking" afeta exportação em contêineres do Brasil no 2º semestre, diz Maersk Portaria da Secretaria de Patrimônio da União ajudará setor portuário Antaq prevê a aprovação de mais 18 terminais privados em 2018 17 terminais portuários vão a leilão somando R$ 2,5 bi em investimento Trocas de contêineres entre países do Brics sobem 1,5% Cobrança pelo escaneamento de contêineres é debatida Rússia está entre os países que mais importam e exportam por Paranaguá Governo prepara mais um plano para tentar reduzir os gargalos da logística Movimentação de contêineres completa um ano de recordes mensais consecutivos Novo perfil de consumo exige logística mais rápida e eficiente
Complexo Portuário de Itajaí movimentou nos doze meses mais de 1 milhão contêineres

mac-logo-pos

   

       

Conheça o grupo MAC Logistic! Ficaremos honrados em atendê-los e principalmente, apoiar o desenvolvimento dos seus negócios, através de projetos logísticos customizados.

   

OFFICES

    Brazil - Head Office (55 11) 5908-4050

    Florida Office +1 305 436-5141

    Vitória Office (55 27) 2122-1777

   maclogistic@maclogistic.com

CÂMBIO

       

As operações da Mac Logistic são regidas pelas Condições Gerais de Negócios registradas no 2º Cartório Oficial de Registro de Títulos e Documentos de São Paulo sob o número 3612634.