GARANTIMOS MAIS QUE LOGÍSTICA

Head Office +55 11 5908 4050

Blog MAC Logistic

IPCA-15 indica que inflação fechou 2017 em 2,94%, a mais baixa desde 1998

21-12-2017

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que é uma prévia da inflação oficial, voltou a avançar no último mês do ano, passando de 0,32% em novembro para 0,35%, em dezembro. Com isso, o índice acumulou, em 2017, alta de 2,94%, a menor desde 1998, quando havia registrado 1,66%, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Se fechar o ano perto desse valor, a inflação vai ficar abaixo do piso da meta do governo, que é de 3%. No último relatório, os economistas entrevistados pelo Banco Central previram que o IPCA vai chegar a 2,83% no final de dezembro, praticamente o mesmo valor que está no relatório do BC divulgado nesta quinta-feira, de 2,8%.

No ano, o grupo de alimentos e bebidas registrou a maior queda, de 2,15%, entre todos os tipos de despesa analisadas. Artigos de residência também registraram deflação de preços, de 1,51%.

Veja a variação dos outros grupos que compõem o cálculo do IPCA:

  • Habitação: 6,15%
  • Vestuário: 2,55%
  • Transportes: 4,31%
  • Saúde e cuidados pessoais: 6,68%
  • Despesas pessoais: 4,75%
  • Educação: 6,96%
  • Comunicação: 1,5%

Entre as capitais, a inflação pesou mais no bolso dos consumidores de Brasília, onde os preços subiram 3,74% no ano. Por outro lado, em Belém, o IPCA subiu avançou menos do que nas outras cidades: 1,47%.

No mês

De novembro para dezembro, a queda de preços do grupo de alimentação e bebidas perdeu força: de - 0,25% para - 0,02%, assim como os de artigos de residência, de -0,35% para -0,27%. Avançaram os preços de transportes: de 0,27% para 1,16%, e de despesas pessoais, de 0,43% para 0,44%.

Ficaram mais baratos feijão-carioca (-5,02%), batata-inglesa (-3,75%), tomate (-2,88%), frutas (-1,40%) e carnes industrializadas (-1,29%). Também recuaram os preços de TV, som e informática (-1,61%) e eletrodomésticos (-0,51%).

Entre as altas de preços está a da gasolina (2,75%), da energia elétrica (0,77%), do gás de botijão (0,80%), da taxa de água e esgoto (0,92%), das passagens aéreas (22,34%), etanol (4,34%) e plano de saúde (1,06%).

Veja a variação dos outros grupos que compõem o cálculo do IPCA:

  • Habitação: de 1,33% para 0,43%
  • Vestuário: mantido em 0,32%
  • Saúde e Cuidados Pessoais: de 0,51% para 0,27%
  • Despesas Pessoais: de 0,43% para 0,44%
  • Educação: de 0,01% para 0,03%
  • Comunicação: de 0,28% a -0,26%

Fonte: G1

Artigos Relacionados: Dólar fecha em queda de mais de 1%, negociado a R$ 3,73 Com alta do dólar, BC indica que cenário para inflação piorou e que pode subir os juros no futuro Mercado eleva previsão para inflação e câmbio Movimentação de cargas em portos brasileiros cresce 8,5% em 2017 Agro registra recorde de US$ 59,2 bi em vendas externas desde janeiro Antaq prevê a aprovação de mais 18 terminais privados em 2018 Mercado reduz estimativa de inflação neste ano e vê câmbio pressionado até 2019 Rússia está entre os países que mais importam e exportam por Paranaguá Governo prepara mais um plano para tentar reduzir os gargalos da logística Dólar fecha em baixa, a R$ 3,76, após BC reforçar atuação no câmbio
IPCA-15 indica que inflação fechou 2017 em 2 94% a mais baixa desde 1998

mac-logo-pos

   

       

Conheça o grupo MAC Logistic! Ficaremos honrados em atendê-los e principalmente, apoiar o desenvolvimento dos seus negócios, através de projetos logísticos customizados.

   

OFFICES

    Brazil - Head Office (55 11) 5908-4050

    Florida Office +1 305 436-5141

    Vitória Office (55 27) 2122-1777

   maclogistic@maclogistic.com

CÂMBIO

       

As operações da Mac Logistic são regidas pelas Condições Gerais de Negócios registradas no 2º Cartório Oficial de Registro de Títulos e Documentos de São Paulo sob o número 3612634.