GARANTIMOS MAIS QUE LOGÍSTICA

Head Office +55 11 5908 4050

Blog MAC Logistic

Sinal verde para início das obras de Porto Central no ES

2-03-2018

O Porto Central, empreendimento da TPK Logística e do Porto de Roterdã, recebeu o sinal verde para iniciar as obras em Presidente Kennedy, no Sul do Estado. Nesta quinta-feira (01), o Ibama emitiu a licença de instalação (LI), que é válida pelo período de seis anos. O aval do órgão aconteceu um dia antes do que estava previsto.

Com a autorização do órgão ambiental, a previsão é de que a construção do terminal seja iniciada em 2019, segundo o CEO do Porto Central, José Maria Vieira Novaes. De acordo com ele, antes das obras é preciso realizar alguns preparativos, como o atendimento a condicionantes ambientais.

Novaes explicou que com a licença em mãos, fica mais fácil os investidores realizarem a prospecção de clientes e buscarem financiamento para o empreendimento, cuja primeira fase está orçada em R$ 3,5 bilhões.

O negócio vai gerar 4,7 mil empregos durante a construção, e outros 2 mil na operação, prevista para 2022. Com 20 milhões de metros quadrados, dez quilômetros de berços e píeres, e até 25 metros de profundidade, o Porto Central irá colocar o Espírito Santo na rota dos maiores navios do mundo, com até 400 mil toneladas de capacidade. Para Novaes, um dos diferenciais do projeto é a infraestrutura ofertada para a instalação de indústrias na área licenciada.

“Além da infraestrutura portuária, vamos prover água, esgoto e energia elétrica. É mais que um porto, é um grande condomínio, com vocação industrial, que vai acelerar e simplificar o processo de licenciamento dos clientes. Vamos garantir uma operação segura, confiável e de alto padrão, seguindo o exemplo do Porto de Roterdã, maior porto da Europa”, detalhou.

O governador Paulo Hartung comemorou a notícia. “O Estado teve uma grande vitória. Esse projeto tem sócios brasileiros e sócios estrangeiros. Então, a licença ambiental é importante porque permite alavancar recursos para o início dessa grande obra. Além disso, nós precisamos ancorar no Sul do Estado um empreendimento como esse, que seja a base de um novo ciclo econômico”, afirmou.

O presidente da Findes, Léo de Castro, também reforçou a importância do empreendimento e frisou que ele irá ajudar a minimizar os gargalos logísticos históricos do Estado. “O Porto Central representa um novo momento para a economia capixaba e para o Brasil. É um projeto de grande magnitude, que traz o ‘estado da arte’ em operação portuária para o Espírito Santo. Além de movimentar nossa economia e gerar oportunidades, o Porto Central vai atrair novos investimentos nos próximos anos”, destacou o presidente.

Fonte: Gazeta Online via Portos e Navios / Foto: Porto Central

Artigos Relacionados: Consórcio contratado pelo Ministério inicia obras de dragagem em Santos Portos têm menor investimento em 14 anos, mostra estudo da CNI Reajuste das tarifas do Porto ameaça investimentos, diz setor Codesp reajusta tarifas do Porto de Santos Auditores fiscais prorrogam greve no Porto de Santos Movimento nos portos públicos aumenta 3,2% no trimestre Dólar dispara e impacta importações e exportações brasileiras Brasil precisa investir R$ 600 bi para não ficar refém do transporte rodoviário Porto de Santos deve levar 10 dias para voltar ao normal ​Porto de Santos bate novos recordes e tem melhor abril da história
Infraestrutura Espírito Santo Porto Central

mac-logo-pos

   

       

Conheça o grupo MAC Logistic! Ficaremos honrados em atendê-los e principalmente, apoiar o desenvolvimento dos seus negócios, através de projetos logísticos customizados.

   

OFFICES

    Brazil - Head Office (55 11) 5908-4050

    Florida Office +1 305 436-5141

    Vitória Office (55 27) 2122-1777

   maclogistic@maclogistic.com

CÂMBIO

       

As operações da Mac Logistic são regidas pelas Condições Gerais de Negócios registradas no 2º Cartório Oficial de Registro de Títulos e Documentos de São Paulo sob o número 3612634.