GARANTIMOS MAIS QUE LOGÍSTICA

Head Office +55 11 5908 4050

Blog MAC Logistic

Investimento em infraestrutura exige confiabilidade e qualidade técnica, diz general Santos Cruz

31-05-2019

O sucesso de leilões recentes realizados no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo federal pode ser atribuído à confiabilidade de que os projetos poderão ser executados pela iniciativa privada. Em visita à reunião de diretoria da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o ministro da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto Santos Cruz, destacou que o programa que faz a gestão das concessões de projetos de infraestrutura é um ponto positivo no ambiente de negócios brasileiro.

“O PPI, que vem do governo anterior, foi aproveitado porque é bom. O programa foi bem feito, bem montado e a equipe técnica é de muito boa qualidade”, disse o general para a plateia formada por dirigentes e técnicos do Sistema Indústria. “A continuidade do programa se baseia em alguns princípios. Um deles é a confiabilidade. Ninguém vai arriscar seu dinheiro em um ambiente inseguro.”

O presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, disse que a entidade está empenhada na atração de investidores ao país e reforçou a importância do aumento da participação da iniciativa privada na gestão e na ampliação da infraestrutura do país. Nos últimos anos, por exemplo, a CNI apoiou o fim da participação obrigatória nos leilões do pré-sal, fundamental para a retomada dos investimentos no setor de óleo e gás. “Temos o objetivo de ajudar o Brasil a ter mais investidores. Está no nosso DNA e temos grande interesse em contribuir com o Brasil e em ajudar o PPI”, afirmou.

NOVOS LEILÕES – O PPI é um dos programas estratégicos sob a gestão da Secretaria de Governo. Segundo o general, uma carteira de 147 projetos já qualificados, totalizando mais de R$ 250 bilhões em investimentos. Segundo ele, há outros 101 em análise, passando pelo processo de “trato técnico”, como colocou o ministro. “Esses projetos têm de ser limpos de qualquer impedimento. Temos de fazer o leilão completamente limpo para as empresas já começaram a trabalhar”, disse.

Sobre os problemas e desafios para modernizar de infraestrutura existente, Santos Cruz ouviu comentários sobre os gargalos trazidos ao setor produtivo na região Norte. As observações foram feitas, principalmente, sobre as deficiências da BR-163 – também conhecida como Cuiabá-Santarém –, e a BR-230, a Transamazônica, que liga o Nordeste ao Amazonas. O general afirmou que o Ministério da Infraestrutura tem planos de restaurar o mais breve possível esta última rodovia.

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL –O general também destacou a importância da qualificação profissional como caminho para o Brasil recuperar competitividade. Nesse sentido, destacou o papel do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI)na formação do trabalhador e a importância do conhecimento técnico para o mundo profissional. Santos Cruz falou em parcerias com o Sistema Indústria para aprimorar a qualidade da força de trabalho. “Não é o Ministério da Educação que vai resolver o problema da formação sozinho. O capital humano é fundamental e as confederações (empresariais) têm papel de extrema importância para a mão de obra ter mais qualificação”, disse.

O presidente da CNI, por sua vez, discorreu sobre a qualidade da formação técnica do SENAI, apresentando resultados das equipes brasileiras na WorldSkills, a maior competição de profissões técnicas do mundo. Nas últimas edições, em 2015 e 2017, o Brasil ficou em primeiro e em segundo lugar, respectivamente. “Pode ter certeza que o SENAI é melhor hoje do que aquele que o sr. conheceu, tendo hoje as mais modernas tecnologias em formação e inovação”, destacou.

Fonte: CNI via Brazil Modal

Artigos Relacionados: Porto de Santos crescerá 110% até 2060, diz estudo Dragagem do canal de navegação do Porto de Santos corre risco de paralisação Ministro afirma que faltam recursos para Infraestrutura e defende concessões Mulheres ocupam cargos de liderança no Porto de Santos Codesp analisa propostas para projeto de novo acesso ao Porto de Santos Descentralizar gestão do Porto de Santos ampliará eficiência, diz ministro Ministério da Infraestrutura avalia privatizar Porto de Santos Porto de Santos – Obras, eficiência e segurança marcam desenvolvimento Administração do Porto de Santos passa a trabalhar em plataforma totalmente digital Porto de Santos bate recorde de movimentação de cargas em 2018 com 131,5 milhões de toneladas
investimentos indústria Infraestrutura CNI BlogdaMac MacLogistic Negócios Parcerias

mac-logo-pos

   

       

Conheça o grupo MAC Logistic! Ficaremos honrados em atendê-los e principalmente, apoiar o desenvolvimento dos seus negócios, através de projetos logísticos customizados.

   

OFFICES

    Brazil - Head Office (55 11) 5908-4050

    Florida Office +1 305 436-5141

    Vitória Office (55 27) 2122-1777

   maclogistic@maclogistic.com

CÂMBIO

       

As operações da Mac Logistic são regidas pelas Condições Gerais de Negócios registradas no 8º Cartório Oficial de Registro de Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica da Comarca de São Paulo sob o número 1483284.