Head Office +55 11 5908 4050
Head Office +55 11 5908 4050 | ÁREA RESTRITA

Aliança Navegação e Logística estreia nova rota de cabotagem na APM Terminals Pecém

Aliança Navegação e Logística estreia nova rota de cabotagem na APM Terminals Pecém
31/08/2017

A Aliança Navegação e Logística inaugurou esta semana uma nova escala do Sling 2 de cabotagem em Pecém, que permitirá ao armador oferecer uma conexão mais rápida entre Santa Catarina e o Ceará. A nova rota encurtará o tempo de trânsito das importações para o Estado, cujo transbordo acontece em Santos.

Segundo Marcus Voloch, gerente geral de Cabotagem e Mercosul da Aliança Navegação e Logística, a nova escala visa ampliar a capacidade de espaço para cargas do Sul/Sudeste para Norte/Nordeste. “O tempo de viagem entre Santa Catarina e o Ceará, que era de 10 dias, cairá para seis dias. De Santa Cataria para Pernambuco, o “transit time” permanece em cinco dias. Passamos a oferecer o melhor “transit time” do mercado para essas praças”, enfatiza Voloch.

A Aliança Navegação e Logística, que tinha uma expectativa de crescimento de 5% a 7% na cabotagem, cresceu dois dígitos no primeiro semestre e espera manter o mesmo ritmo até o final do ano. “Temos uma grande oportunidade de crescimento na movimentação de carga refrigerada e de alimentos perecíveis que não têm o costume de utilizar o modal marítimo. Nossa expectativa é muito positiva para 2017 e 2018”, comenta Voloch.

Durante o primeiro semestre de 2017, os setores que mais cresceram na cabotagem em Pecém foram alimentos, químicos e resinas, produtos de limpeza, papel e materiais de construção.

“A crescente demanda do mercado local, atrelada a uma moderna infraestrutura e altos padrões operacionais, são fatores essenciais à atração de novas linhas. Com um mix diverso de rotas atendidas em Pecém, as operações de contêiner ganham cada vez mais importância local e impulsionam o desenvolvimento de toda a região”, diz Daniel Rose, superintendente da APM Terminals Pecém, que presta serviços operacionais à Cearáportos, empresa responsável pela administração do terminal.

Fonte: Poros e Navios