Head Office +55 11 5908 4050

ÁREA RESTRITA | CANAL DE DENÚNCIAS
Head Office +55 11 5908 4050 | ÁREA RESTRITA | CANAL DE DENÚNCIAS

Impactos na Cadeia de Abastecimento causados pela invasão da Rússia na Ucrânia

Impactos na Cadeia de Abastecimento causados pela invasão da Rússia na Ucrânia
04/03/2022 zweiarts

A decisão da Rússia em invadir a Ucrânia traz ainda mais consequências e desafios para a cadeia de abastecimento, que todavia busca seu ponto de equilíbrio nas rupturas decorrentes dos efeitos iniciados com o Covid-19.

Em um mundo globalizado, a invasão russa impõe desafios que atingem a todos os países, seja pela guerra em si ou devido às sanções econômicas em vigor. Agrega-se a isso, mudanças de rotas e suspensões dos serviços das Cia. Marítimas e Aéreas.

COMMODITIES

A Rússia é um dos maiores exportadores de commodities, entre eles, cobre, níquel, aço, platina, paládio, gás natural, petróleo e produtos agrícolas. Somente o Brasil, comprou $2.3B em fertilizantes da Rússia em 2019.

O setor de chips eletrônicos, incluído semicondutores (e que afeta diretamente a área automobilística) deve sofrer com as restrições impostas à Rússia e a suspensão das operações logísticas na Ucrânia, haja vista que ambos os países são líderes no fornecimento de neon, paládio e níquel, todos commodities utilizados na produção de chips eletrônicos.

Compradores globais se movimentam em meio as sanções em busca de rotas ou novas fontes de fornecimento.

MARÍTIMO

O fechamento no acesso ao Mar Negro, além dos riscos intrínsecos para a navegação em toda a região fez com que as Cia. Marítimas reconfigurassem suas rotas, ora descarregando em portos vizinhos ou suspendendo os serviços para Rússia e Ucrânia.

Importadores e Exportadores europeus já experimentam aumento nos fretes marítimos.

AÉREO

Muitos países têm fechado seu espaço aéreo, com voos comerciais e de cargas suspensos ou realizando novas rotas. O site de monitoramento Flightradar24, reportou um aumento de 8% no tempo de viagem dos voos em relação aos 03 meses anteriores.

O bombardeio no maior avião de cargas do mundo Antonov An-225 Mriya, é uma grande perda, já que esse equipamento tinha capacidade de carga de até 250 tons por voo, e foi fundamental durante a pandemia, transportando mais de 1.3 milhões de toneladas em EPIs durante 2021.

PETRÓLEO

A Opep já sinalizava pressão sobre o preço do petróleo desde o ano passado, e agora o valor disparou. Isso traz consequências diretas no aumento dos preços em toda cadeia logística, lembrando que o custo do combustível representa a maior despesa de uma viagem, seja ela por via terrestre, aérea ou marítima.

Os desafios estão lançados e, infelizmente, as rupturas tendem a ser ainda maiores, requerendo ações ágeis de mitigação. Conte com a MAC Logistic para atuar e apoiar nas análises, discussões e ações que se fizerem necessárias.

Everaldo Barros – CEO MAC Logistic