Head Office +55 11 5908 4050
Head Office +55 11 5908 4050 | ÁREA RESTRITA

VTMIS garante segurança ao tráfego marítimo

VTMIS garante segurança ao tráfego marítimo
17/05/2018

O primeiro balanço divulgado este ano pelo sistema de controle de tráfico marítimo é positivo: De janeiro a março circularam na área de cobertura do VTMIS, 560 embarcações e nenhum acidente foi notificado. O relatório da Coordenação de Gestão do Sistema, também registra mais de 30 mil ações de controle de tráfego pelo Centro de Controle Operacional (CCO). O Porto de Vitória é o primeiro porto público no país a operar com o VTMIS.

Não é possível fazer um comparativo com o mesmo período do ano passado porque o VTMIS só começou a funcionar em setembro de 2017, quando foi homologado pela Marinha do Brasil. Entretanto, se considerarmos o início do serviço até o final de março de 2018, o sistema operou cerca de 1.200 embarcações na área de responsabilidade no Porto de Vitória, e apenas 0,03% deste total não cumpriu os procedimentos aos navegantes.

Balanço

De janeiro a março de 2018 o VTMIS prestou assistência aos navios, evitando acidentes marítimos; acionou os órgãos responsáveis por auxílio; transmitiu informações de tráfego aos comandantes para controle de situações e atendeu pedidos de socorro às embarcações próximas dos fatos ocorridos.

Com a atuação rápida e eficiente foram evitadas perdas de vidas humanas no mar e houve o incremento da segurança da navegação na área de responsabilidade do Porto. Sobre incidentes, o sistema registrou e pediu auxílio para casos de falhas nos motores de barcos de pesca e de uma embarcação maior.

Somando todas as ações de controle do tráfego marítimo na área de abrangência do VTMIS foram quase 40 mil registros, nos primeiros três meses de 2018. Foram situações de atracação e desatracação de navios, fundeio e outras movimentações.

O que é?

O VTMIS, sigla em inglês para Vessel Traffic Management Information System, tem como função a melhoria na eficiência da movimentação de cargas, utilização dos recursos e infraestrutura do Porto de Vitória, além da organização do tráfego aquaviário na área de fundeio e no canal de acesso.

O sistema também visa a segurança da navegação e proteção do meio ambiente nas áreas de intensa movimentação de embarcações ou riscos de acidente. O sistema está sob a responsabilidade do Capitão de Mar e Guerra da reserva, que responde pela Coordenação de VTS do Porto de Vitória, Agostinho Sobral.

Fonte: CODESA